sexta-feira, 19 de novembro de 2010

6:32h am

Todos temos problemas.
Somos doentes.
Vivemos numa sociedade doente.
Onde só não vale fazer de seu problema exceção.
É preciso olhar ao redor e encontrar os semelhantes.
Aqueles cujos problemas combinam com os seus.
E em cada fase de sua vida, mudam os problemas.
Vive melhor quem melhor lida com eles.
Por vezes, me sinto só com os meus.

Engano.

Numa tentativa de me fazer especial.
Seria fácil se não fosse doloroso.
Sobressair pelo desgosto.
Mas, logo percebo que somos todos doentes
e de louco todos temos um pouco.
Volto ao mesmo lugar que você, você e você.
E enquanto busco pontuar as diferenças
percebo as semelhanças problemáticas entre nós.
Isso não me traz alívio nem angustia.
Apatia não seria a melhor palavra para designar.
Mas é quase isso.

22 comentários:

  1. seria complicado mesmo se não doesse, se não fosse difícil, uma vitória não teria o gosto de uma conquista sem as dificuldades.
    Mas todos temos problemas pequenos ou grandes, poucos ou muitos, somente quem sente uma dor é que sabe aonde realmente dói.
    lindo texto :}

    beijocas!

    ResponderExcluir
  2. Achei seu texto muito verdadeiro e transparente. Todos temos problemas - "os obstáculos da vida" - mas eles não servem para nos obstruir o caminho, e sim para ficar mais interessante chegar ao final da caminhada com um esforço e dedicação. Quando acreditamos que os problemas são só nossos, a carga fica muito mais pesada. Ao descobrir que existem casos semelhantes, o peso fica mais leve, por ser dividido entre vários indivíduos. Gostei do seu blog. Vou seguir! Abraços

    ResponderExcluir
  3. A gente se questiona demais, questiona demais também os outros.
    Imagino que suas palavras tenham simplesmente tomado fôlego e saido. Isso é o que eu chamo de divagação.


    ;*

    ResponderExcluir
  4. Todo mundo doente, pensando que está tudo no futuro pais da copa. Todo mundo? não, tem umas pessoas, que acordam no meio da noite se questionando e pensando em coisas que jamais, as outras lá ( da copa) iriam pensar. O mundo não é só festa e dinheirom, trabalho e poder. E o que a vida é?
    É SIMPLES
    SÓ ISSO.

    ResponderExcluir
  5. quando a gente tem um problema a gente pensa que ele é o maior do mundo. isso é fato.

    ResponderExcluir
  6. Acho que o problema não é tratar os próprios problemas com exceção, mas esquecer que o outro também tem problemas.

    ResponderExcluir
  7. olá..
    passando para divulgar meu novo blog...
    é dedicado a livros e leitura. Conto com a participação dos "futuros leitores". Particiarão da seguinte forma: pedindo info e/ou resenhas sobre os livros (e linkarei os blogs que pedirem). E participando também com as reesenhas.
    Se tiver uma pronta que queira compartilhar, é só postar no seu blo e comentar no meu, ou enviar por emaisl
    tiabetok@gmail.com

    http://coisadelivro.blogspot.com/

    aguardando sua perticipação.

    muitos livros para você!

    ResponderExcluir
  8. Todos temos dores, mas sabe aquela dor, aquela que é só tua, sim ela existe, é tão igual a do outro e tão sua.
    Talvez por isso que as dores do outro, que por mais parecida ainda não alivia a nossa dor, pois ela é nossa.

    ResponderExcluir
  9. E enquanto busco pontuar as diferenças
    percebo as semelhanças problemáticas entre nós.

    ResponderExcluir
  10. É um pouco natural quando sofremos achamos que não há dor mais ou igual, mas como descrevestes sempre há um semelhante por ai, mas pensando bem, quem sabe é bom sofrer junto, não?
    Muito bom o blog e os textos.
    beijos.

    ResponderExcluir
  11. OLÁ
    ADOREI SEU BLOG E ESTOU TE SEGUINDO
    ME FAÇA UMA VISITA E ME SIGA
    VOU ADORAR QUE SEJAMOS AMIGAS
    BEIJOS

    ResponderExcluir
  12. Eu queria saber não me questionar tanto, ia ser mais fácil.
    AMO aqui.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  13. então vivo meio mal :\
    enfim, bom texto :)

    ResponderExcluir
  14. Olá, estive um tanto quanto afastado, porém estou de volta.

    Quantas verdades, quanta transparência nessas palavras, adorei tudo que escreves-tes, isso não é nada além da verdade.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Lindo demais minha querida!

    to de volta amore

    ResponderExcluir
  16. Ei! Te segui ;)

    O meu é @LarisseMed

    Eu viajo lendo teus textos, ó
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  17. olà
    fiz um blog novo e adoraria a sua presença por là
    me siga por favor
    www.amorimortall.blogspot.com
    obrigado
    beijos

    ResponderExcluir
  18. olá? adorei o poste! ^^
    Olha, dá uma passada no meu blog "Senhorita Alucinante" -> http://lucynante.blogspot.com/2010/12/its-nine-baby.html e pega os selinhos, pois eu tomei a liberdade de indicar seu blog. Boa noite!

    ResponderExcluir
  19. Acha que "desinteresse" soa melhor?

    Beijos!

    ResponderExcluir