segunda-feira, 19 de outubro de 2009

+ Saudade de Arder.





Quero uma estória nossa.
Não quero ser evasiva.
Quero um início só meu.
Domingos na minha cama que dividiria com ele.
Divido meu sol. Meu edredom branco se preciso.
Os chocolates do criado mudo.
Quero dividir meu silêncio.
Meu suor e todos os travesseiros.
Quero passeios de mãos dadas.
Falar sobre os filmes que ele assistiu e eu não.
Contar-lhe dos livros que li.
Trocar.
Carinho no cabelo enquanto andamos.
Com ele eu teria coragem de viajar.
De vigiar nossos sonhos para que fosse um só.
De dizer as minhas verdades. Demonstrar as crenças.
Eu dançaria com ele.
Para ele. Na frente dele. Em cima da cama.
Faria drama só pra variar.
Causaria uma felicidade absurda.
Chamaria de meu amor.
Faria curativos. Carinho nas costas.
Cafuné.
Palavras doces no ouvido.
Passaria uma terça feira inteira na cama ao invés de trabalhar.
Contaria as pintinhas das bochechas (envergonhada).
Meus segredos.
Meus traumas de infância.
As últimas descobertas.
Todas as dúvidas. Todas as certezas.
Sorriria logo de manhã. Com os olhos.
Com a boca, beijaria os lábios teus.
Faria cabaninha com o lençol para
garantir um escurinho a qualquer hora do dia.
Não perceberia o tempo passar.
Me deixaria levar. Cuidar.
Não almoçar.
Faria um estoque de vinho.
Tomaria chuva no verão.
E no inverno, chocolate quente.
Café.

Ela queimou-se com ele.
E agora vai sentir + saudade de arder.

*não aceitou convites para sair de casa.
Está de pomada e DVD.

13 comentários:

  1. Giovanna, Maravilhoso o seu poema-texto. Que lindo!!! Saudade de arder, adorei!

    ResponderExcluir
  2. eu morei com minha avó por 2 anos, sei como é.

    ResponderExcluir
  3. "Faria cabaninha com o lençol para
    garantir um escurinho a qualquer hora do dia".
    Isso me fez retornar ao passado, bom e bem vivido. adorei o texto e a forma como escreve.
    Abraços .. Bom Ler Vc.

    ResponderExcluir
  4. eu achei muito verdadeiro.
    amei mesmo.


    Muito bem formulado.

    beijos

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Muito Lindo esse texto, perfeito mesmo.
    Vocês escreve muito bem, parabéns *-*

    ResponderExcluir
  7. disse...

    Ooown!! amo quando tu escreves! Na verdade... amo tudo em ti! Escreveria todos os poemas, textos, usaria todas as figuras de linguagens... mas nao sei =/ nao sei escrever assim! Te amo muito! de mais até... só pra variar!
    "Chamaria de meu amor.
    Faria curativos. Carinho nas costas.
    Cafuné.
    Palavras doces no ouvido.
    Passaria uma terça feira inteira na cama ao invés de trabalhar."

    ResponderExcluir
  8. Muiito bom , como sempre ~* Parabééns
    Bjoo =*

    ResponderExcluir
  9. obrigado, querida... obrigado mesmo! é bom demais quando descubro que alguem como você me lê

    ResponderExcluir