domingo, 18 de outubro de 2009

a pena - sentença.

_Vamos deixar leve Gi.
Já é naturalmente difícil pela distância...
_Eu não sei ser leve.
_Mas tem que aprender.

Assim levantou a menina na manhã de quinta.
Levitou.
Disposta à mudanças.
Densa.
Pesando os prós e contras
do amor que carrega na cabeça.
Inventado.
Deu pena.

10 comentários:

  1. xD muito obrigado pelo elogio... tbm gostei das tuas palavras.
    é de onde?

    ResponderExcluir
  2. Oi moça!
    Também gostei muito de seus textos.
    Prazer, Ana Caroline.

    ResponderExcluir
  3. olá...
    gostei dos teus textos...
    e pretendo passar muito por aqui...
    =)

    ResponderExcluir
  4. ah! gostei muito DESSE texto em especial...

    ResponderExcluir
  5. Me add no msn moça... ai conversamos melhor
    dois.a.rodar@hotmail.com
    bjos

    ResponderExcluir
  6. oonti, obrigada. :D
    aqui é muuuito fofo *-*

    ResponderExcluir
  7. seus textos sao tao interessantes... tudo tao rapido e direto!

    ResponderExcluir
  8. acabo de querer chamar isso de objetividade lírica de amor duvidoso
    bem, não liga

    EI! voce lê a bravo? Nossa! Eu sou uma fã 'de página!'

    super beiijo!

    ResponderExcluir
  9. Adorei!

    Essa menina parece comigo. =]

    Beijos!

    ResponderExcluir