quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Em banho-maria.

 
 
Então vem, me canta qualquer coisa bonita, me cuida, me abriga.
Abre esses braços por detrás de mim,
me cobre inteira desse teu cheiro pra grudar no meu.
Aproveita enquanto cai a tarde e ainda não chove,
tira uma fotografia comigo na sombra dos teus olhos.
Me eterniza assim, distante e fria,
ao lado da janela daquela cozinha,
onde a gente já cansou de se cozinhar.

8 comentários:

  1. Como eu amo esse cantinho.
    Como eu amo tuas palavras, guria.

    ResponderExcluir
  2. essas pessoas que nos dão a mãos, sem dar a certeza de que vamos nos levantar..
    é lindo <3

    ResponderExcluir
  3. é mto lindo, é mto inspirador, dá até vontade de gostar sem medo nenhum.

    ResponderExcluir
  4. Quando leio seus textos sinto como se voltasse no tempo, não para algo que já vivi, mas me parece que seus textos são escritos na década de 50. Tanto romantismo e tanto calor.

    ResponderExcluir
  5. tava com saudade de te visitar aqui..
    sempre me enche de palavras doces.

    um beijo menina.

    ResponderExcluir