domingo, 24 de janeiro de 2010

Borrões de amor

Hoje despertei mal dormida, amor.
E me deu uma vontade louca de escrever,
de viver o amor enquanto ele ainda vive.
Deu vontade louca de ir 'praí' te ver,
de tirar toda a capa,de cortar toda a língua alheia
que maldiz o que a gente tem.
Pra ser mais exata eu digo sim pra tudo o que vier,
contanto que eu tenha a tua mão na minha
no antes, durante e depois do 'tudo'.
Não é exagero e nem mentira quando
eu fecho os olhos e consigo te ver.
Não, eu não minto quando falo das
vontades constantes que tenho de ti.
Palavriando talvez,eu não saiba dizer,
porque muitas vezes prefiro o nosso silêncio.
Porque muito me agrada olhar calada seus olhos rasos.
Uma caneta e um papel e te faço um borrão.
Um borrão de amor ás seis da manhã,pra aliviar a saudade.
Porque eu ando num mundo paralelo desde que te vi.
Você põe, eu como.Você fala, eu escuto
Eu rezo só pela nossa cartilha amor.
Porque eu encontrei o que eu sempre procurava,
e em nós eu posso me firmar.
Não, eu não sei blefar contigo,
só sei que amor desse modo eu nunca tinha visto.
E por mais que as palavras se rasguem,
as frases fiquem soltas,
de alguma forma todas as coisas que nos envolvem ou
que foram trocadas por nós continuarão a soar,
como um sino desvairado.
Palavras,papéis,sons,tudo isto se perde mon petit.
O que interessa é ter sentido.
O que importa mesmo é o arrepio,
é aquele 'sonzinho' que o nosso silêncio tem,
é o encaixe da tua alma na minha.
O resto, aquilo que for palpável, deixa passar.


33 comentários:

  1. tenho sentido sua falta....
    lindo post!!!
    bjos

    ResponderExcluir
  2. Quando eu crescer além de grande quero ser como você *_*


    "Deu vontade louca de ir 'praí' te ver,
    de tirar toda a capa,de cortar toda a língua alheia
    que maldiz o que a gente tem...Palavriando talvez,eu não saiba dizer,
    porque muitas vezes prefiro o nosso silêncio...Porque eu ando num mundo paralelo desde que te vi."

    Inatingivél você pode voar ^^

    ResponderExcluir
  3. se faz sentir, faz sentido e puxa o arrepio.

    um beijo!

    ResponderExcluir
  4. Também senti sua falta, é tão bom quando há o encaixe d'alma.

    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Acho que as 6, você escreveu o que sinto agora, as 6, da tarde.
    Acho estranho pois eu queria receber algo assim, mas do lado de lá há uma poetisa de palavras mudas, e sou obrigado a fazer rimas com a sonoridade do silêncio.
    É assim, saudade da minha morena.
    Desculpe comentar algo pessoal, mas sabe como é, sai. =D

    Um Beijão, bom te ler

    ResponderExcluir
  6. Gostei do seu texto, menina. Tão apaixonado, tão verdadeiro...me vi nessas linhas há um tempo atrás. Ler o que você escreveu me fez sentir saudade. Um amor assim a gente deve viver inteiro. A coisa mais difícil é encontrar outra alma que encaixe assim na nossa.

    um beijo,

    Pipa

    ResponderExcluir
  7. Que lindo borrão,nunca pensei que diria isso,mas fiquei impressionado,belo,como tens um sentimento na ponta dos dedos,enfim,bela.
    abraço !

    ResponderExcluir
  8. Definitivamente... acho muito legal esse encaixe que as pessoas podem ter... hum... faltaria algo no mundo se não fosse assim...

    "é o encaixe da tua alma na minha"... eita... menina, muito legal isso!

    :-P

    ResponderExcluir
  9. Maravilhoso o post, me roubou um sorriso ainda mais no 'mon petit'...

    ResponderExcluir
  10. o mais importante é sempre aquilo que não podemos sequer ver. como já disseram certa vez: 'o essencial é invisível aos olhos'.

    ResponderExcluir
  11. Um texto cheio de vontade, de vida, e de viver.

    "é o encaixe da tua alma na minha."
    ê, ê, eu também quero isso pra mim.

    ótima semana pra ti.
    Beijo!
    =]

    ResponderExcluir
  12. Obrigada por seu comentário minha flor <3
    Sei que sumi daqui , sumi meio que de tudo :S
    Mas vi seu comentário e isso me alegrou, também és uma menina doce e intensa , senti isso todo o tempo ao ler esse post.
    Tua intensidade é empolgante ,sabes ?
    Beijoos;*

    ResponderExcluir
  13. eu me concentro quando leio teus textos, gosto de imaginar cada palavra...
    e esse texto foi perfeito...


    "Um borrão de amor ás seis da manhã,pra aliviar a saudade."
    as seis, de madrugada ou ao meio dia...toda hora é hora!

    lindo demais!
    =*

    ResponderExcluir
  14. nao me fale em sono , eu todos os dias acordo de mal humor , nao importa quando D:
    nao sei se isto é da minha personalidade ou nao :(

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Voc~e tem um brilho muito intenso...
    Estou te seguindo pra me 'contaminar' com isso!
    Abraços! Virei sempre aqui!

    ResponderExcluir
  17. isso mesmo deixe-se levar pelo coração...
    ta liindo :)

    ResponderExcluir
  18. Nossa.
    Parabens.
    Saudades da minha época em que só escrevias palavras de amor.

    O Poeta de Plutão.

    http://opoestadeplutao.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  19. "Pra ser mais exata eu digo sim pra tudo o que vier,
    contanto que eu tenha a tua mão na minha
    no antes, durante e depois do 'tudo'.
    Não é exagero e nem mentira quando
    eu fecho os olhos e consigo te ver.
    Não, eu não minto quando falo das
    vontades constantes que tenho de ti.
    Palavriando talvez,eu não saiba dizer,
    porque muitas vezes prefiro o nosso silêncio.
    Porque muito me agrada olhar calada seus olhos rasos."

    parece que você sabe exatamente como me sinto em relação a outra pessoa, tirou todas as palavras da minha mente com esse texto.
    achei lindo demais *-*

    ResponderExcluir
  20. Gostei de que li, senti as palavras, um furacao de vivacidade, obrigado pelo comentário, jinhos kidos

    ResponderExcluir
  21. achei esse blog no meio do nada. que grata surpresa.
    o sentimento é comum a quase todos, mas as suas simplicidade e profundiade ao falar dele é que são impressionantes e incomuns.
    seguirei.
    ótima semana, ótimo fevereiro, ótimo ano.

    ResponderExcluir
  22. Você vai no meu blog, posta um comentário dizendo que adorou e eu venho retribuir a visita. E qual não é minha surpresa ao meu apaixonar pelas suas frases tão bem elaboradas! Gratíssima leitura!

    beijo
    tati cavalcanti

    ResponderExcluir
  23. *_*

    sem comentários... de lindo que tá isso!

    saudades de suas poesias, agora que as férias acabaram vai postar mais vezes, sim? Beijos, flor.

    ResponderExcluir
  24. Adorei o texto *-* E o desfecho foi fantastico (O que importa mesmo é o arrepio,
    é aquele 'sonzinho' que o nosso silêncio tem,
    é o encaixe da tua alma na minha.
    O resto, aquilo que for palpável, deixa passar.)
    Beijos Gi ;**

    ResponderExcluir
  25. O som dos nossos silencios são os que mais fazer barulho no coração.
    Uma algazarra, não?

    Beijo

    ResponderExcluir